De fazenda improdutiva à referência nacional

Escrito Por Fabrício Tillmann

01 / 07 / 2020

Fabrício Tillmann, Zootecnista

Você já parou para pensar se o que a sua produz, ou se o que ela rende é compatível com o esforço que você faz para mantê-la?

Não é difícil visualizar em uma fazenda de pecuária se ela está ou não em um bom nível de produtividade e rentabilidade, basta ver como estão os pastos, quantos animais suporta, e quanto produzem estes animais.

Naturalmente, não é simples sair de uma posição de improdutividade e alcançar índices produtivos e econômicos de primeiro mundo. Isso demanda, dentre diversos itens, muito trabalho e principalmente, muita força de vontade.

1- Fazenda Improdutiva:

Pastos completamente degradados, praticamente sem possuir forrageiras, e consequentemente com pouquíssimos animais, esta é a principal descrição para uma fazenda improdutiva, onde qualquer pessoa que dependesse exclusivamente desta atividade, estaria em grandes dificuldades financeiras.

Uma fazenda improdutiva possui geralmente forte tendência a ser vendida na primeira oportunidade, principalmente quando fatores como êxodo rural, endividamento e ausência de herdeiros fazem parte da realidade da propriedade. Sua recuperação demanda geralmente um grande esforço e investimento, uma vez que está totalmente degradada.

Mas não se assuste, se a sua fazenda está neste nível, você precisa de ajuda profissional para, com um estudo muito bem elaborado, pouco a pouco a sua terra “volte a ter vida”. Não

2 – Fazenda ineficiente:

Uma fazenda pode ter muita área de pasto, e até mesmo ser dividida em alguns pastos, mas se ela não for bem manejada, respeitando os tempos ideais de ocupação e descanso, em poucos anos estes pastos se apresentam com uma capacidade de suporte menor à cada ano, se degradando e requerendo novas reformas, que faz toda a renda obtida voltarem para o solo.

Nestes caso, pequenas mudanças, que demandam baixo incremento de energia e investimento podem facilmente trazer visíveis respostas, um bom exemplo é a correção do solo e a movimentação dos animais em um número maior de pastos, para estimular o crescimento de capim. O grande desafio é fazer um bom planejamento para identificar cada dificuldade e transformá-la em oportunidade para o negócio.

3 – Fazenda Sobrevivente:

” Pagando as contas está bom”. Provavelmente você já ouviu algum(a) fazendeiro(a) pronunciando esta frase para descrever que sua propriedade está produzindo e dando uma certa renda, mas apenas o suficiente para sobreviver e continuar trabalhando, sem alcançar “lucro”.

Muito se engana quem acha que apenas pagar as contas é suficiente. Quando colocamos na ponta do lápis o desgaste das estruturas e máquinas, ou então quando comparamos a rentabilidade da fazenda sobre todo valor empacado em terra e estruturas com qualquer forma de investimento no mercado, vemos que apenas pagar a conta ainda é estar perdendo dinheiro. E o mais importante: Quando colocamos na conta os anos de trabalho duro, dia após dia, para apenas “Pagar as contas”, aí sim percebemos a importância de crescer um pouco a cada ano.

Quando se chega neste nível, é muito importante que se tenha um controle sobre todos os índices produtivos, para que seja possível identificar com extrema precisão, quais os pontos que possuem ainda menor eficiência, para que se eleve a produtividade a níveis adequados, e ao mesmo tempo, se reduza pouco a pouco os custos de produção.

4 – Fazenda Rentável:

Neste nível, geralmente uma fazenda já está se capitalizando, e com isso, se permitindo trabalhar em pontos da atividade que demandam maior tecnologia, ou seja, investimentos maiores que dão pequenas respostas, mas que ao se somarem, tornam a atividade muito eficiente. Mas é preciso muito cuidado, pois quanto mais alto o degrau, maior é a atenção necessária para não ter que voltar um passo atrás.

Atenção: “Produtividade não significa necessariamente rentabilidade”. Este conceito precisa estar muito bem entendido, para que não se caia na armadilha de obter o máximo de produtividade, para mostrar que consegue produzir, e esquecer de que isso tem um custo. Essa dica é muito importante para quem está pensando em utilizar suplementação concentrada, fazer confinamento ou adubar “pesado” seus pastos sem antes colhê-los com eficiência.

Uma fazenda neste nível está a poucos passos para se tornar uma referência, seja na sua região, estado, ou no país! A grande chave para isso é investir em inteligência e estudos para tornar sua propriedade altamente sustentável e ao mesmo tempo lucrativa.

5 – Fazenda Referência:

Quem nunca sonhou em ter o nome da sua propriedade, independente do tamanho, nas telas da televisão e nos artigos de revistas técnicas, mostrando o quanto se atingiu de eficiência e ganho, mas claro, mostrando dados concretos e verdadeiros, não apenas “a parte boa” do negócio.

Para muitos, chegar nesse nível é apenas um sonho, ou até mesmo algo impossível, e com razão, pois não se constrói nada sem muito planejamento e trabalho firme e contínuo, a grande sacada para crescer é fazer o trabalho de forma planejada e eficiente.

Ficar apenas na tentativa e erro, sem saber exatamente o que está sendo feito, e principalmente onde se quer chegar, não te leva a lugar nenhum. Tenha um objetivo, crie uma meta, estude o caminho, peça ajuda onde for necessário, mãos à obra, e muito sucesso o espera lá na frente!

Deixo uma figura para sua reflexão:

Depois de responder estas três perguntas ali, diga para você mesmo:

O que você vai fazer, hoje mesmo, para chegar lá?

#pecuariasustentavel
#SistemaVoisin
#consultoriapecuaria

Você também pode gostar…

As 4 Leis do Pastoreio Racional

As 4 Leis do Pastoreio Racional

André Sorio, Eng. Agrônomo, M.Sc. O Pastoreio Racional foi concebido e descrito por André Voisin - bioquímico e...

Sistemas de Pastoreio

Sistemas de Pastoreio

Se uma propriedade quiser manter e alimentar grande quantidade de animais é necessário que consiga obter alta produção...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Whatsapp
Precisa de consultoria?
Clique abaixo e marque uma reunião com a gente.